“Amigo, como eu te ajudo a me ajudar?”

Nesta primeira quinzena de janeiro, Igor Chagas, co-autor do São Botequim,teve a dificíl missão de peregrinar pelas mais belas praias nordestinas. Contudo, apesar de bons relatos que em breve você poderá conferir aqui, trazemos até você, o relato de um fato marcante e não tão belo assim ocorrido no último final de semana.

A corrupção no litoral nordestino

Por Igor Chagas

Em minha peregrinação pelo litoral nordestino como enviado especial do São botequim, presenciei fatos marcantes. Vi sertanejos humildes voltando para suas casas, bebi e comi o que o nordeste tem de melhor ,  presenciei o turismo sexual que acontece por aqui e contemplei as mais belas praias da região. Contudo nada me chamou mais a atenção do que a corrupção existente no sistema policial rodoviário nordestino.

Nada contra o Nordeste ou qualquer de seus estados, pelo contrário, sou Alagoano, nordestino com muito orgulho. Porém, existem fatos que não podemos ignorar.

Em viagem para a capital Paraibana, João pessoa, fui parado por uma já conhecida blitz rodoviária: Manzuá. Essa famigerada operação foi apelidada pelos motoristas da região de “Mãos ao alto”. Os homens da lei que nela trabalham são conhecidos por “pedir” qualquer coisa, de cigarros a roupas, em troca da liberação de multas e ocorrências. Por  serem  a lei, os policiais, conseguem sempre uma intimidação com os motoristas que ali trafegam. Nesta ocasião, nada aconteceu além de eu tomar conhecimento do “sistema”.

Em outra viagem, agora para o balneário pernambucano,  Porto de galinhas, seguimos pela BR que liga a capital à praia, onde há um conhecido posto policial. Tao conhecido pelo fato de ser uma parada quase que obrigatória para todo o tipo de fiscalização. Partindo dessa premissa nosso humilde veículo foi parado e,  infelizmente, nosso carro estava com documentos irregulares. Um amigo, proprietário do carro, foi convidado  entrar no posto policial, junto com o policial que fazia a autuação para uma conversa, digamos,  “amistosa”. Ao descobrir que o Oficial iria multar e apreender seu carro, meu amigo, resolveu usar uma frase conhecida do filme Tropa De Elite:

 – Amigo, como eu te ajudo a me ajudar? – O oficial respondeu quase instantaneamente: 20 conto e eu te libero.

Decorridas 15 horas após o incidente  fomos parados em outra blitz. Dessa vez foi mais “simples”. Com os mesmos problemas na documentação e com a ameaça de apreender o carro, o guarda disse sem pestanejar que 50 reais resolviam nossos problemas. O proprietário do carro novamente pagou o valor e seguiu viagem.

É preciso esclarecer que não apoiamos este tipo de atividade e que quem paga é quase tão culpado quanto quem recebe. Contudo, ao traçarmos a rota para Porto de Galinhas a corrupção da PRF já era uma pauta do São Botequim.

Os fatos acima evidenciam uma triste verdade: Não sabemos mais quem deve nos proteger e quem deve nos ameaçar.  Sem querer apagar o nosso crime de financiar essa máfia, percebo que a sociedade vive o bem próprio, passando por cima de qualquer ética moral e legal. Qualquer 50 reais resolve seu problema. Então poderia chegar a hipócrita solução de que quem tem dinheiro não tem problema. 

Vimos, recentemente, que esse é um problema que atinge o país inteiro, de cabo à rabo, diria minha avó. Desde a máfia do Judiciário no Espírito Santo até a Máfia da PRF – dos mais ricos aos mais pobres. O pulso ainda pulsa?

2 Responses to ““Amigo, como eu te ajudo a me ajudar?””


  1. 1 Biah janeiro 13, 2009 às 7:24 pm

    Esse tipo de ação costuma a acontecer diversas vezes, eu também moro no nordeste, na Bahia.
    Eu acho que o nordeste possui muitas cidades pequenas que são inexploradas, com muita gente sem estudo, leiga e até mesmo ignorante e as autoridades utilizam da falta de consciência, pra lucrar em cima do povo. Claro que tem os turistas bem abastados,mas as vezes um caminhoneiro ou algo do gênero é pego de surpresa.

    Meu blog fala do mundo, e desses acontecimentos…

    Visite-o : http://mundoemdebate-bmv.blogspot.com/

  2. 2 nathalia janeiro 13, 2009 às 7:42 pm

    um absurdo essa corrupçao dentro da propria policia..me revolta *
    mas cara gostei do teu blog visse! tu escreve muito bem!
    beijinhO


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





%d blogueiros gostam disto: