Changes. Yes, we can

barack-is-hope1

Por Fabricio Gimenes

O ano de 2009 mal esfriou nos calendários de todo o mundo e já trouxe esperança para muita gente. Em tempos de terror em Gaza, catástrofes ecológicas e econômicas, eis que um novo líder se levanta no ocidente. Pode parecer otimismo em excesso, mas é bom sentir mais pessoas não se acostumaram aos anos de governo da era Bush.

O fato é que a esta pretensiosa tarefa que é escrever, ficam apenas as expectativas. Nos cabe, apenas, vaticinar sobre o que virá e rezar para que um mundo melhor amanheça (mesmo que tudo indique o contrário).  A ascensão de Barack Obama trás à população algo que há muito tempo não sentíamos: esperança.  Há algum tempo disse que a eleição de Obama é para o mundo o que a de Lula significou para o Brasil: a mudança.

A virada do calendário, nesse sentido, colabora. Contudo o ser humano só é capaz de mudar de verdade frente a grandes rupturas. E é exatamente aí que Obama é importante. A mudança, mais do que nunca, faz-se necessária. Por tempos acompanhamos a história como expectadores. Estudando suas causas e consequências sem saber ao certo porque. Porém, neste momento, é vital sabermos que estamos fazendo parte dela. 

A enxurrada de posts repletos de exclamações e opiniões diversas sobre Mr.Obama torna este texto quase um clichê. Mas é impossível se manter fora dessa discussão. A esperança que impulsiona esse texto emerge frente ao horror dos dias atuais e do ano que passou. É preciso acreditar. 

Changes. Yes, we can.

0 Responses to “Changes. Yes, we can”



  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





%d blogueiros gostam disto: